Mês: junho 2014

Cleiton Collins faz mistério sobre a posição do PP para as eleições de outubro

blog de jamildo

PUBLICADO EM 20/06/2014 ÀS 20:14 POR  EM NOTÍCIAS

cc

A posição do Partido Progressista (PP) nas eleições estaduais deverá ser definida nos próximos meses. Foi o que revelou o deputado estadual Cleiton Collins, em entrevista ao radialista André Carvalho, nesta sexta (20). Depois da retirada do nome da sua esposa e vereadora da cidade do Recife, Michele Collins da disputa, a ideia e estudar as propostas das duas chapas majoritárias.

Apesar da simpatia do presidente do partido, Eduardo da Fonte ser focada no PT da presidente Dilma e do ex-presidente Lula, Collins afirmou que o PP no estado atuará de maneira independente. “Ainda há diálogo, apesar de eu considerar um erro, o PTB não ter oferecido a vaga de vice para o PP. Tínhamos 6% nas pesquisas e o desejo do partido era ter uma candidatura própria, mas não dá pra enfrentar uma eleição sem musculatura partidária. Não tínhamos recursos e nem possibilidades de coligação”, lamentou.

Apresentando-se sempre como referencia nas políticas públicas contra as drogas, através do projeto Sara Vida que tem resgatado pessoas do vício, o deputado falou também sobre o tratamento dado ao tema no estado e lastimou a ausência de uma secretaria específica para cuidar do assunto. “Assim que Eduardo assumiu o governo do estado propusemos a criação dessa pasta, mas a gestão estava focada no pacto pela vida e não deu continuidade ao projeto”, lembrou.

Collins também destacou o envolvimento das igrejas nesses casos. Essas instituições acabam agindo nas comunidades e utilizando a religião como forma de “curar” o viciado, o que causa polêmica nas bancadas do país. “A grande ajuda q o Brasil ainda tem são as três mil comunidades terapêuticas. Em Pernambuco fizemos parte disso. Temos que acabar com o preconceito e respeitar a maneira pela qual a igreja trabalha”, defendeu.

O nome do deputado Cleiton Collins foi escolhido para coordenar uma ação de evangelização no período da Copa do Mundo. Intitulada de “Arena Gospel”, a iniciativa pretende aproveitar a grande concentração de público e evangelizar os torcedores “Na Arena Pernambuco, encontramos assembleia de outros estados (RN) pessoal da FIFA estava querendo tirar eles de lá, mas chegamos com força, viram as bíblias e os materiais e permitiram. Povo de Deus deve aproveitar o momento”, contou.

Dia Internacional de Combate às Drogas é lembrado no Grande Expediente Especial

34530a

Há 27 anos, a ONU determinou 26 de junho como o Dia Internacional de Combate às Drogas. A data foi lembrada nesta quinta (19 de junho), com a realização de um Grande Expediente Especial solicitado pelo deputado Pastor Cleiton Collins, do PP. O público lotou as galerias da Casa Joaquim Nabuco para participar da reunião.

Dados da ONU apontam que, a cada ano, 210 milhões de pessoas consomem drogas ilícitas no mundo. E dessas, 200 mil morrem em consequência do uso. No Brasil, estatísticas mostram que o País tem um dos maiores consumos de crack do mundo, e o problema atinge pessoas de diferentes classes sociais. O deputado Adalto Santos, do PSB, que presidiu a reunião, disse que o tema é grave e exige reflexão e esforço das nações para combater o narcotráfico e os males causados pelas drogas.

O representante da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Rafael West, apresentou os programas que estão sendo desenvolvidos pela pasta. Entre eles, está o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) que realiza, em conjunto com a Polícia Militar, cursos de prevenção nas escolas públicas estaduais. Em 10 anos, 328 mil alunos participaram da iniciativa. De acordo com Rafael, o atendimento nos Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas – Caps AD e nos consultórios de rua para os usuários de drogas foi ampliado.

De acordo com o chefe da Delegacia de Repressão de Entorpecentes da Polícia Federal, Carlo Marcus Correia, a instituição realiza ações permanentes no combate ao cultivo da maconha no Sertão do Estado.
A vice-presidente nacional das Comunidades Terapêuticas e vereadora do Recife, Michele Collins, explicou o trabalho que vem sendo realizado nesses espaços e cobrou apoio dos Governos Municipais e Estaduais.

Para a representante do Conselho Regional de Psicologia, Melissa Azevedo, é preciso discutir o Marco Regulatório das Comunidades Terapêuticas. E assim oferecer um serviço de atendimento com padrão de qualidade.
O deputado Pastor Cleiton Collins ressaltou que a Assembleia Legislativa vem discutindo o assunto e abrindo diálogo, há nove anos. O parlamentar destacou que todos os anos a Casa debate políticas públicas para ampliar o combate às drogas.
Durante o evento, também foi realizado o Mutirão pela Vida. Aproximadamente 50 pessoas que precisam de tratamento passaram pela triagem com atendimento psicológico e familiar pela Sociedade Assistencial Saravida. (Y.A.)

Diario Oficial do Legislativo – últimas notícias