Mês: abril 2017

Cleiton Collins questiona recomendação do MPPE contra cultos na Câmara do Recife

O deputado Pastor Cleiton Collins (PP) divergiu de recomendação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) que adverte a Câmara do Recife sobre a realização de cultos e de práticas litúrgicas em prédios do Legislativo municipal. Em discurso no Plenário, nesta segunda (24), o parlamentar defendeu a convocação de audiência pública para discutir o entendimento do órgão, contrário às celebrações religiosas no Parlamento. “É importante debater esse tema e proteger a pluralidade, porque isso pode recair sobre outros poderes no futuro”, argumentou.

A recomendação, encaminhada à Mesa Diretora da Câmara do Recife na semana passada, sugere que aquela instituição se abstenha de autorizar a prática de rituais religiosos em suas dependências. “A expressão da fé pode acompanhar o sujeito onde ele estiver, independentemente da religião”, opinou Cleiton Collins. “É preciso ter cuidado para que não haja perseguição religiosa”, alertou.

O deputado registrou apoio à intenção anunciada pela vereadora Missionária Michele Collins (PP) de apresentar requerimento junto ao MPPE para solicitar a realização da audiência pública sobre o assunto. “Todos devemos nos unir e reforçar o pedido da vereadora, buscar o apoio de todas as manifestações para essa discussão”, acrescentou.

Fonte

Alepe.pe.gov.br

Comissionados: Collins defende nomeação de pessoas com deficiência

A inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, especialmente no Poder Público, foi defendida pelo deputado Pastor Cleiton Collins (PP), no tempo dedicado à Comunicação de Lideranças desta terça (11). O parlamentar informou que apresentou indicações aos dirigentes das instituições públicas do Estado solicitando a inclusão desses profissionais nos quadros de comissionados.

O deputado lembrou que a Lei Federal n° 8.213/91 já obriga a reserva de vagas a pessoas com deficiência no âmbito privado e que os concursos públicos também têm destinado pelo menos 5% das vagas a essa parcela da população. Ele ressaltou, portanto, a necessidade de se estender essa política aos cargos de livre nomeação.

“Devemos nos lembrar que essas pessoas, vítimas de tanta discriminação, reúnem, sem dúvida, muita competência”, disse o parlamentar. Para dar o exemplo, o deputado informou ter contratado para atuar em seu gabinete o assessor Olavo Sanchez, que tem deficiência. “Queremos incentivar a administração pública a abrir mais espaço a essa parcela da população”, concluiu.

Fonte

Alepe.pe.gov.br

Gabinete Móvel visita Abreu e Lima

O Gabinete Móvel visitou a cidade de Abreu e Lima, e levamos a sociedade os dois temas propostos anteriormente: Você é contra ou a favor do aborto? e você é contra ou a favor da Escola sem Partido? Ouvimos várias pessoas naquela tarde.

Igarassu recebe Gabinete Móvel

No mês de março o Gabinete Móvel esteve presente em muitas cidades do interior de Pernambuco ouvindo o povo e encaminhando suas demandas para o poder legislativo do estado.

deputado-pastor-cleiton-collins-baginete-movel-igarassu-1 deputado-pastor-cleiton-collins-baginete-movel-igarassu-2 deputado-pastor-cleiton-collins-baginete-movel-igarassu- deputado-pastor-cleiton-collins-baginete-movel-igarassu-7

No dia 30 (quinta) passamos uma tarde na cidade de Igarassu, e levamos dois questionamentos a população, e as seguintes foram:  Você é a favor ou contra o Aborto? Você é a favor da Escola sem Partido? – Tivemos vários depoimentos com relatos e opiniões dos moradores da região.

deputado-pastor-cleiton-collins-baginete-movel-igarassu-11 deputado-pastor-cleiton-collins-baginete-movel-igarassu-5

deputado-pastor-cleiton-collins-baginete-movel-igarassu-12 deputado-pastor-cleiton-collins-baginete-movel-igarassu-4

O Pastor Cleiton Collins comenta que o intuito do Gabinete Móvel é para que a população de lugares mais longínquos tenham oportunidade de opinar, reclamar ou deixar sugestões para melhoria de vida da sociedade e de sua região onde habita. “Vamos para as ruas abrir a mente da sociedade sobre algumas leis que estão sendo criadas, saber das pessoas o que acham sobre temas que estão a tona no nosso país, vamos ouvi-los e saber o que temos que melhorar.” afirma Collins.