Dia Internacional de Combate às Drogas é lembrado no Grande Expediente Especial

34530a

Há 27 anos, a ONU determinou 26 de junho como o Dia Internacional de Combate às Drogas. A data foi lembrada nesta quinta (19 de junho), com a realização de um Grande Expediente Especial solicitado pelo deputado Pastor Cleiton Collins, do PP. O público lotou as galerias da Casa Joaquim Nabuco para participar da reunião.

Dados da ONU apontam que, a cada ano, 210 milhões de pessoas consomem drogas ilícitas no mundo. E dessas, 200 mil morrem em consequência do uso. No Brasil, estatísticas mostram que o País tem um dos maiores consumos de crack do mundo, e o problema atinge pessoas de diferentes classes sociais. O deputado Adalto Santos, do PSB, que presidiu a reunião, disse que o tema é grave e exige reflexão e esforço das nações para combater o narcotráfico e os males causados pelas drogas.

O representante da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Rafael West, apresentou os programas que estão sendo desenvolvidos pela pasta. Entre eles, está o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) que realiza, em conjunto com a Polícia Militar, cursos de prevenção nas escolas públicas estaduais. Em 10 anos, 328 mil alunos participaram da iniciativa. De acordo com Rafael, o atendimento nos Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas – Caps AD e nos consultórios de rua para os usuários de drogas foi ampliado.

De acordo com o chefe da Delegacia de Repressão de Entorpecentes da Polícia Federal, Carlo Marcus Correia, a instituição realiza ações permanentes no combate ao cultivo da maconha no Sertão do Estado.
A vice-presidente nacional das Comunidades Terapêuticas e vereadora do Recife, Michele Collins, explicou o trabalho que vem sendo realizado nesses espaços e cobrou apoio dos Governos Municipais e Estaduais.

Para a representante do Conselho Regional de Psicologia, Melissa Azevedo, é preciso discutir o Marco Regulatório das Comunidades Terapêuticas. E assim oferecer um serviço de atendimento com padrão de qualidade.
O deputado Pastor Cleiton Collins ressaltou que a Assembleia Legislativa vem discutindo o assunto e abrindo diálogo, há nove anos. O parlamentar destacou que todos os anos a Casa debate políticas públicas para ampliar o combate às drogas.
Durante o evento, também foi realizado o Mutirão pela Vida. Aproximadamente 50 pessoas que precisam de tratamento passaram pela triagem com atendimento psicológico e familiar pela Sociedade Assistencial Saravida. (Y.A.)

Diario Oficial do Legislativo – últimas notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *